segunda-feira, 4 de outubro de 2010

"enganos" cometidos em prova recente

Conquanto não tenham sido julgados os recursos, não se admitem os "enganos" a seguir:

Questão proposta: Na linha 19, o emprego do adjetivo "necessário" , no masculino, estabelece a concordância  com a oração que a ele se segue; por isso, a retirada de "investir em" manteria a coerência textual , mas exigiria a concordância  de "necessário"  com " pesquisa". ( L 19 - É necesário investir em pesquisa...)

Antes, vamos comentar os deslizes na construção da proposta acima: a) O adjetivo (predicativo)"necessário"  não concorda com a oração. Como o sujeito (investir em pesquisa) está em forma de oração, não existe núcleo para que as concordâncias verbal e nominal possam ocorrer normalmente. Sujeito oracional é um "todo". Por isso, o verbo da oração principal fica obrigatoriamente na 3a. pessoa do singular (conc. verbal) e o adjetivo (predicativo) é mantido na forma masculina - considerada invariável.

b) " ... que a ele se segue" - O uso de "se" está errado por dois motivos quais sejam: o verbo é "seguir" , e não "seguir-se" ;  na forma  "se segue" , além do erro já comentado,  existem três vícios fonéticos - aliteração ,  colisão e cacófato : se/se . No texto acima, o correto seria o seguinte; " ...que vem a seguir".

c) No lugar do "ponto e vírgula" (depois de "segue") , o correto seria "ponto". O "ponto e vírgula", para ser usado corretamente, exige situações que comentarei em outra oportunidade.Quanto à resposta para a questão em comento,  o correto seria considerá-la "E" - errada-
 A banca a considerou "C" correta.

Veja o seguinte: O adjetivo (predicativo) é flexionado caso o substantivo, a que se refira,  venha determinado . Ex.:  É necessaria   a/ esta/aquela/nova  pesquisa.

No caso acima,  o substantivo "pesquisa" não  está determinado, isto é,  tem  forma abrangente. Assim sendo, o adjetivo/predicativo ficará invariável - na forma masculina.

É tão comum!!! Professor ""ensina" e os alunos DECORAM o seguinte:
a) É proibido   entrar. 

 b) É proibido  entrada.

 c) É proibida  a  entrada.

Até amanhã, quando continuarei  comentando a referida prova.

                      Bjs
 Professora do interior

3 comentários:

  1. Tia Eliza, já estamos te seguindo! Bjs

    ResponderExcluir
  2. "Adaptados às necessidades, agradecemos a Deus o que somos e o que possuimos. O inconformismo é erva daninha a parasitar-nos os sentimentos"

    Ensinar é uma dádiva!Bom ter você conosco para praticar esta ação!!

    bjuu da sua aluna!

    ResponderExcluir
  3. Professora,

    O que a senhora acha do uso pronominal de "mesmo" para substituir os demonstrativos (esse, essa, aquela, deste, entre outros), bastante corrente entre nós e validado até por alguns estudiosos (E. Bechara, creio)?

    ResponderExcluir